1 Quarto, 2 Adultos (Mudar)
Quarto,Quartos,Adulto,Adultos,Criança,Crianças

Aqui pode encontrar sugestões de Rent-a-Car por provincia.

Marque sua viagem mas antes escolha os locais a visitar.

Algumas Formas de Preservar a Nossa Cultura

Quem não vive as próprias raízes não tem sentido de vida.

O futuro nasce do passado, que não deve ser cultuado como mera recordação e sim ser usado para o crescimento no presente, em direção ao futuro. Nós não precisamos ser conservadores, nem devemos estar presos ao passado. Mas precisamos ser legítimos e só as raízes nos dão legitimidade.


Define-se Cultura como, conjunto de crenças, línguas, regras, manifestação artísticas, técnicas, tradições, ensinamentos e costumes produzidos e transmitidos no interior de uma sociedade. (Ex: a forma como viviam, se vestiam, procedimentos para escolher seus líderes praticas de caça danças músicas, instrumentos usados,) um ponto de vista mais antiquado.
Também nos referimos a cultura como o conjunto de aspetos que diferenciam e identificam um individuo do outro ou mesmo uma região da outra. Para outros cultura, é compreendida como os comportamentos, tradições e conhecimentos de um determinado grupo social ligados a língua, comidas típicas, forma de vestir, artes, crenças religiosas, música, entre outros…

A valorização do patrimônio histórico cultural é a valorização da identidade que molda as pessoas. Por isso, preservar as paisagens, as obras de arte, as festas populares, a culinária ou qualquer outro elemento cultural de um povo, é manter a identidade desse povo. As raízes culturais de um povo são primordiais para preservar suas origens, para afirmar sua identidade e seu pertencimento à sua região. Essas raízes culturais, sociais e familiares são elemento de importância na formação da identidade e da personalidade do indivíduo.
Embora existem regiões conservadoras, com o tempo e com a globalização, vemos desaparecer aos poucos hábitos e costume que nos identificam.
Logo existe uma grande necessidade individual e coletiva de preservar o pouco que nos resta e que nos identifica como membros pertencentes de uma determinada região.


Abaixo alguns exemplos práticos, que pode tomar para o seu dia-a-dia:

1. Gastronomia: Pesquisar sobre as receitas locais e como confecioná-las em casa para que faça parte do cardápio familiar, mas mais do que isso saber da origem do prato em questão e a história envolvida nele, para que se saiba como se tornou no prato que hoje é, e nisso fazer parte da identidade familiar.

2. Artes: A musica é uma das formas mais comuns de nos ligarmos as nossas culturas é através da música, ter preferência pelos estilos de músicas nacionais  (ou pelo menos ouvi-la de vez em quando);

A dança, o nosso país é muito rico em estilos , semba, quizomba, normalmente são as mais conhecidas (e como não... um ritmo cativante e alegre) em convívios dar o pé a dança ao estilo nacional é sempre uma maneira de preservas as nossas origens já dizia o poeta “afasta a cadeira e aumenta o volume”.

Artesanato, o nosso povo é rico em arte nas mais diversas formas e criatividade, desde pinturas, escultura, panos a convencional, o ponto é se existe tanta beleza na nossa arte! Porque não embelezarmos o nosso dia-a-dia com a arte nacional?

Literatura, “havemos de voltar” aos contos de volta da fogueira e ficam de parte os smartphones neste história, de volta aos contos do umbi-umbi, e do tchikissi-kissi, para assustar aos que não querem ir para cama cedo, das fábulas incríveis de animais místicos e de tribos guerreiras, o ponto aqui é, uma riqueza imensa a ser explorada não só de literatura mas de forma verbal na transmissão de contos dos mais velhos aos mais novos de forma intensa rica e vibrante, capaz de criar identidade e marcas no nosso desenvolver do caracter.

Existem muitos outros pontos a serem abordados desde a autodefesa tendo como preferência uma luta nacional como a capoeira que envolva 4 em 1ª só (musica, história, desporto, arte), bem como os ritos mais tradicionais como as cerimónias matrimoniais tradicionais (pedido, alambamento), bem como a preferência na vestimenta diária, preferindo peças vibrantes de cores vivas e alegres que levam a marca da nossa raiz. E o que dizer do cabelo crespo com identidade própria, de Cabinda ao Cunene transmite uma mensagem “beleza” como diz a música, negra de carapinha dura faça tranças corridas e transmita uma mensagem de beleza natural.
Manter a cultura viva não é uma tarefa difícil, basta um pouco de visão e consciência para perceber que a nossa cultura tem valor inestimável. Cada um é convidado a a dar o seu contributo e a fazer desta terra uma terra mais vibrante para todos de forma simples, prática e diversa.


Hoteisangola.com | RESERVE ONLINE

+ Artigo do Viajante

  • Hoteis e Resorts com Vida Selvagem
    Com uma grande riqueza no que diz respeito a paisagens naturais, fauna e flora, a Angola proporciona aos visitantes paisagens espetaculares, desde altas quedas de Água, vastas praias e densas flore...
  • 10 Dicas - Deve Conhecer Antes de Viajar de Avião
    Preparado para uma escapadela, para gozar umas merecidas férias e para viajar de avião? Se a resposta é afirmativa e está a pensar ir voar nos próximo tempos, então recomendo que tome nota das info...
  • Sugestões de Cacimbo - Calulo
    Para estas viagens temos assim algumas sugestões de destinos económicos para está época. O primeiro deles é a Barra do Dande que é vila e comuna angolana, pertence ao município do Dande, onde rio e...
  • Algumas das praias mais bonitas de Angola
    A Angola dispõe de cerca de 1.650 Km de litoral, onde inúmeros rios de caudal elevado desaguam formando imensos estuários onde gradualmente ao longo do tempo vão depositando os sedimentos arrastado...

Informações:

Newsletter

Cancelar subscrição

Se você deseja parar de receber newsletters, escreva aqui o Código de Remoção mostrado na newsletter que você recebeu e clique em Cancelar subscrição.

Endereço de email inválido
 
Por favor, espere ...