Forte de São Sebastião do Egipto

Forte de São Sebastião do Egipto

Forte Egipto

O Forte de São Sebastião do Egipto, também referido como Forte Egipto, localiza-se no alto de um morro na localidade de Egito-Praia, no litoral do município de Lobito, na província de Benguela, em Angola.

A toponímia "Egipto" conferida a esta praia a sul do rio Cuvo, prende-se à semelhança dos palmares - "deslizando até ao mar" -, que os seus povoadores portugueses associaram aquele país.

O forte remonta ao século XIX, no contexto da repressão ao tráfico de escravos, quando navios negreiros, buscando evadir-se ao patrulhamento do Atlântico, pelas embarcações da Royal Navy, buscavam a proteção dos recortes deste litoral.

Em nossos dias, as autoridades angolanas solicitaram o seu reconhecimento como património mundial pela UNESCO, devido à sua ligação com a história do tráfico negreiro, que tornou despovoadas extensas áreas do continente africano.

O “Forte de São Sebastião de Egipto”, também referido como “Forte Egipto”, localiza-se no alto de um morro na localidade de Egipto-Praia, no município de Lobito, província de Benguela, em Angola.

A toponímia "Egipto" conferida a esta praia na margem esquerda (sul) da foz do rio Balombo, prende-se à semelhança dos palmares - "deslizando até ao mar" -, que os seus povoadores portugueses associaram aquele país.

História

Foi erguido em meados do século XIX durante uma das cinco gestões de Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo, visconde e posteriormente marquês de Sá da Bandeira, como presidente do Conselho de Ministros de Portugal.

À época, no contexto da repressão ao tráfico de escravos no oceano Atlântico, os navios negreiros buscavam evadir-se ao patrulhamento pelas embarcações da Royal Navy, com o auxílio dos recortes deste litoral.

O forte tinha como função apoiar os navios britânicos naquele combate.

Em 2012 as autoridades angolanas solicitaram o seu reconhecimento como patrimônio mundial pela UNESCO, devido à sua ligação com a história do tráfico negreiro, que tornou despovoadas extensas áreas do continente africano.

Em 2014, a área esteve inscrita para as Sete Maravilhas Naturais de Angola.


Fonte: Aqui




Alojamento

Benguela Mais


 

 

 

Localização

Alojamento

. .

Forte de S. Pedro
Artigo anterior
Forte de S. Pedro
Caminho de Ferro Benguela
Artigo seguinte
Caminho de Ferro Benguela

Newsletter - Promoções e destaques em seu email

Cancelar

Se quer parar de receber nossa newsletters escreva o seu código de remoção. Não irá receber mais actualizações.

https://www.hoteisangola.com/inner.php/ajax
Por favor, espere ...
Endereço de email inválido