Missão Católica do Sendje - Cuchi

Missão Católica do Sendje - Cuchi

Em 1953, fruto do desenvolvimento da Província Portuguesa, a Congregação aceitou o desafio de se lançar às missões por terras de Angola. Do Porto para o Cuchi foram enviados seis missionários, nesse ano, que começaram por lá a estabelecer missões. Em poucos anos, o zelo missionário daqueles homens já tinha espalhado o carisma redentorista por Angola, sendo enviados todos os anos novos missionários para os acompanhar.



Em 8 de Setembro de 2017 ao Jornal de Angola o padre António Dumba, referiu:

O padre António Dumba realçou que nos próximos tempos está prevista a reabilitação das missões católicas do Capico (Caiundo), do Sendje (Cuchi), do Chamavera (Dirico) e a do Cuangar, que foram destruídas durante o conflito armado.
A reabilitação das missões católicas vai estar sob a responsabilidade do Governo Provincial do Cuando Cubango, tendo em conta que as mesmas foram destruídas durante a guerra que assolou o país, razão pela qual a Igreja Católica aguarda com muita expectativa a recuperação de todas as suas infra-estruturas religiosas.
As missões católicas, sobretudo a de Sendje, recordou o padre António Dumba, deram um grande contributo para a formação de muitos quadros que hoje são dirigentes na província do Cuando Cubango e em outras regiões do país, bem como contribuíram para a assistência médica e medicamentosa à população.
As missões católicas na sua conjuntura sempre foram lugar de formação para a dignidade da pessoa humana. Por esta razão, estas infra-estruturas religiosas não podem ser vistas apenas como lugares de fé, mas também de formação de quadros qualificados e de assistência sanitária.
Há necessidade de o Executivo angolano e em particular o Governo Provincial do Cuando Cubango olhar para a reabilitação das missões católicas como um elemento fundamental que pode ajudar no regaste dos valores culturais, cívicos e morais, tendo em vista que sempre foram lugares apropriados para a formação e orientação de como a pessoa se deve comportar em sociedade.
A recuperação destas infra-estruturas religiosas pode ser também uma mais-valia para o aumento da oferta de locais turísticos na província e, consequentemente, contribuir para a arrecadação de mais receitas para os cofres do Estado.
É necessário que o Governo Provincial do Cuando Cubango, no quadro do seu programa de investimento público (PIP), priorize também a reabilitação e construção de infra-estruturas religiosas em todos os municípios.

Galeria

Youtube

Localização

Descarregar folheto PDF + Trilha para smartphone

 Descarregue para seu telefone a trilha deste circuito

Alojamento

Cadeia do Missombo
Artigo seguinte
Cadeia do Missombo

Newsletter - Promoções e destaques em seu email

Cancelar

Se quer parar de receber nossa newsletters escreva o seu código de remoção. Não irá receber mais actualizações.

https://www.hoteisangola.com/inner.php/ajax
Por favor, espere ...
Endereço de email inválido