Um pouco de Benguela

Um pouco de Benguela

Benguela é uma cidade e município, capital da província de Benguela, no oeste de Angola, composto somente da comuna sede, que está organizada em seis zonas.
Limita-se a norte com o município de Catumbela, a leste com os municípios de Bocoio e Caimbambo, a sul com o município de Baía Farta e a oeste com o Oceano Atlântico.
O termo "Benguela" seria de origem umbunda, de raiz original nos termos "venga" ou "mbenga", do verbo "okuvenga" ou "okuvengela" que em português significa "sujar, turvar ou sujar-lhe", significado associado à água do rio Catumbela; pode significar também "escuro ou opaco", relacionado à floresta fechada anteriormente circundante à baía das Vacas.
Ainda existe a teoria que associa ao topónimo "Mbegela", nome de um rei do primitivo reino de Benguela, que existiu de maneira independente até à véspera dos primeiro contactos com os portugueses, quando tornou-se vassalo. Em todo o caso, "Benguela" foi um nome aportuguesado e fortemente convencionado, de maneira que os termos originais são estranhos na contemporaneidade.

Conheça alguns pontos da cidade das acácias rubras.

Museu da escravatura

Localiza-se na cidade de Benguela e tem um acervo de cerca de 9.150 peças.
O edifício onde funciona é uma obra do Século XVII / XVIII, onde os escravos eram armazenados temporariamente, até serem exportados para a América em navios negreiros.
Ocupa um perímetro de 8.000 m2 e foi construído de blocos de pedra calcária, possui portões e gradeamentos de ferro maciço. Depois do fim do tráfico de escravos, o edifício passou a pertencer à Alfândega de Angola.
Em 1976 foi neste edifício criado o Museu Nacional de Arqueologia de Benguela, para inicialmente conservar os objectos arqueológicos existentes. Pouco tempo depois foi criada uma equipa para pesquisa arqueológica que sob direção do seu fundador, o arqueólogo conservador Luís Pais Pinto, iniciou as investigações por todo território nacional.
Em vinte e oito anos de trabalho, o museu descobriu já cerca de 50 estações arqueológicas para além das 16 já anteriormente conhecidas. Desde então, a actividade fundamental do museu tem sido as pesquisas arqueológicas para além do atendimento ao público.

Link:  VER AQUI


Praia Morena

A praia Morena situa-se em Angola na província de Benguela, cidade de Benguela.
É banhada pelo oceano Atlântico e é uma das mais conhecidas em Angola.
É muito frequentada porque situa-se próximo à cidade em relação às outras, também é muito visitada pela sua beleza e a sua infraestrutura bem preservada.
É o maior símbolo da cidade de benguela, e um dos cartões-postais de Benguela. Ainda se pode ver como náufrago, luta para permanecer à superfície, no que resta dos antigos pontões de madeira.


Link:  VER AQUI


Cine Kalunga

Pertinho da Praia Morena, em Benguela, o Cine Kalunga. Construído no auge da onda modernista dos anos 1960 e 1970 que ainda hoje faz de Angola um caso de estudo da arquitetura em todo o mundo, o Kalunga é dos poucos cinemas fora de Luanda que reviveu depois de décadas de deterioração.

Link:  VER AQUI


Sé catedral

Promessa feita em 1947, quando a imagem de Nossa Senhora de Fátima peregrinou pelas ruas sombreadas de acácias rubras. Hoje é símbolo arquitetónico de Benguela e importante centro religioso.
Foi há precisamente 50 anos, em 1967, que a Catedral de Benguela (sede da paróquia de Nossa Senhora de Fátima) começou a ganhar forma. A poucos metros do antigo templo dedicado à mesma figura católica, que ficava do outro lado da avenida. O projecto era ambicioso: um templo com fachada triangular, enorme, linhas modernas em rasgos imponentes.
Belo, simples e eficaz. Desenho atribuído ao arquiteto Mário de Oliveira. A construção começou a mudar a face da actual Avenida Agostinho Neto, sob o olhar atento do memorável Padre Teixeira, figura incontornável da Benguela daqueles tempos e primeiro pároco da Catedral.


Link:  VER AQUI


Largo da Peça

Este é o largo mais antigo de Benguela. Foi um importante centro da actividade comercial, concentrando grande parte dos interesses económicos e da vida social da urbe, devido a afluência das caravanas provenientes do interior com objectivo de negociarem a borracha, cera e marfim. ⠀
A peça de artilharia que teria sido colocada ali, em 1846, teria sido do canhão que serviu para afugentar os ataques dos naturais, principalmente dos Mundombe que atacavam continuamente a cidade para saquear. A peça foi cuidadosamente apontada para o Dombe-Grande.”

Link:  VER AQUI


O Cine-Teatro Monumental

É a sala de cinema mais antiga da cidade de Benguela. Foi construído durante a década de 1950, com projeto do arquiteto Fernando Batalha.
Foi inaugurado em 10 de junho de 1952, com uma projeção do filme Teresa Venerdi, de Vittorio de Sica. Inicialmente, previa uma lotação de mais de 1000 pessoas: 884 lugares na plateia, 416 no balcão, 16 frisas e nove camarotes. Durante anos, foi o único cinema de Benguela.
Após a independência, passou a ser propriedade do Estado. A Guerra Civil Angolana, porém, levou ao seu fechamento na década de 1980.

Link:  VER AQUI

Igreja de Nossa Senhora do Pópulo

Possivelmente a primeira construção de pedra e cal da cidade, é o único do género em toda a África Austral. Nos anais da História consta que nela se faziam os enterros dos Europeus até 1838 altura em que foi inaugurado o cemitério da cidade. Foi fundada em meados do século XVII e está classificado como Monumento Histórico Nacional.
O único templo que assistiu à impiedade dos tempos e ao abandono dos fiéis. Outros que aqui se ergueram ou ruíram sob a precoce decrepitude dos materiais precários ou foram desmantelados pelo alvião de homens insensíveis aos arroubos espirituais da fé e às emoções estéticas da arquitectura.
Cento trinta e um anos após a fundação da cidade foi concluída a fábrica deste belo templo, tendo sido, presumivelmente, a primeira construção de pedra e cal que aqui se edificou. O sistema de construção até então em uso, e que ainda prevaleceu na grande maioria dos casos, até há trinta e cinco anos, era o adobe.
Desconhece –se a data em que teve início a obra e ignora-se igualmente quem delineou o seu plano.
O que melhor se conhece da sua história é o que reza a lapide do tímpano da porta principal, mas que apenas nos refere o nome de quem a ergueu e a data da sua função.


Link:  VER AQUI


Localização:

Alojamento

Benguela Mais

Lobito Hoteis na Zona

Baía Farta Hoteis na Zona


Destinos em Angola

LINHA DE APOIO - hoteisangola.com


  931 510 510    222 780 159 -     hoteisangola_bot 

O Live Chat Whatsapp / Viber está disponível de:
  • - Segunda a Sexta das 08H00 às 22H00
  • - Sábados e domingos das 09H00 as 18H00
Este Serviço Live Chat destina-se a esclarecer os utilizadores e prestar informações sobre unidades hoteleiras e pontos turísticos.
Suporte por Telefone

Suporte por Telefone


  +244 931 510 510  - 222 780 159

O Linha de Apoio está disponível de:
    • - Segunda a Sexta das 08H00 às 22H00
    • - Sábados e domingos das 09H00 as 18H00
    Este Serviço Live Chat destina-se a esclarecer os utilizadores e prestar informações sobre unidades hoteleiras e pontos turísticos.
Suporte por Email

Suporte por Email


       

Suporte por SKYPE



Newsletter - Promoções e destaques em seu email

Cancelar

Se quer parar de receber nossa newsletters escreva o seu código de remoção. Não irá receber mais actualizações.

https://www.hoteisangola.com/inner.php/ajax
Por favor, espere ...
Endereço de email inválido