VIAJE PARA FORA CÁ DENTRO…!

FOTO
FOTO

Já fomos muitos os que acreditávamos que, com o potencial turístico natural de que o nosso país dispõem, aliado as suas excelentes e privilegiadas condições edafo-climáticas, teríamos criado todos os pressupostos para que as politicas públicas gizadas pela governança da nossa terra, visassem colocar, sem titubiezas, o Sector do Turismo na proa das prioridades do nosso desenvolvimento económico e ajudasse o país a combater a pobreza extrema e a catapultá-lo para o Olimpo da felicidade do nosso já martirizado povo.

No entanto, também já fomos menos os que acreditávamos que os pressupostos atrás referidos se pudessem de facto vir a concretizar tal e qual era nossa convicção, sobretudo depois de nos apercebermos de que, durante e apôs 2017, falar de e sobre turismo em Angola, não passava de um bonito pregão politico com fins meramente eleitoralista;

Porém, recentemente nos foi dado o grato privilégio de observarmos novos indícios que nos permitem hoje afirmar que voltamos a ser outra vez mais, os que nos recusamos aceitar que a chama da esperança se apague definitivamente.

Voltamos a ser mais os que acreditamos que afinal, é possível! É possível fazer-se turismo em Angola, viajando para fora cá dentro, de forma segura e prazenteira, em companhia de familiares e amigos. É não só possível, mas também importante, porque vamos e acabamos regressando sempre diferentes.

A epidemia da doença que acabamos contraindo ao viajarmos para fora cá dentro é de tal ordem tão contagiante que nos permite ganhar consciência de que é chegado a hora de tudo fazermos para começarmos a valorizar mais o que Angola tem de bom e de melhor para oferecer a todos os seus filhos e não só e, utilizar-se o turismo como alavanca e mola impulsionadora, a par com Sector da Agricultura, para retirarmos o país da crise em que nos encontramos atolados, devido ao capricho e irresponsabilidade de homens que nunca se deram ao trabalho de ouvir o clamor sofrido de uma maioria a quem, forçadamente, lhes haviam retirado o direito, constitucionalmente consagrado, de também terem vez e voz.

Pessoalmente, tenho que confessar que, enquanto profissional emprestado ao Sector do Turismo, há já alguns anos, apôs me ter sentido traído pelo descaso, pela insensibilidade e por algum analfabetismo cultural e turístico de muitos daqueles que tinham a responsabilidade de gizar e defender, em fóruns próprios, as politicas públicas para o Sector do Turismo em Angola, salvaguardando, obviamente, raras e honrosas excepções, hoje nos deleitamos com o exemplo acabado de ser dado por João Lourenço, o Presidente de todos os angolanos, ao trocar, desta vez, qualquer outro país do nosso continente ou de outra qualquer latitude geográfica, por Angola, pelo seu e nosso país, para, acompanhado de sua família, usufruir de suas merecidas férias, mergulhando na profundidade do solo pátrio, calcorreando algumas das regiões mais inóspitas do sul-sudoeste da nossa terra.

Volto a confessar-vos de que tal gesto inusitado do nosso Presidente da República me enche sobremaneira de orgulho enquanto angolano e também profissional emprestado ao Sector do Turismo em Angola.

Resta-me a esperança de que este gesto exemplar de JLo, rapidamente contamine e se multiplique por todos os políticos e quadros dirigentes da sua enturage e não só, de modo a tornamos-nos todos cada vez mais conhecedores do país real que temos, mais sensíveis, mais responsáveis e mais comprometidos com a causa da valorização, promoção e divulgação das potencialidades turísticas e culturais da nossa terra amada.

Imensamente grato Sr. Presidente João Lourenço, por ter optado por sair do seu conforto e partir, viajando para fora cá dentro, em busca do real conhecimento e testemunho do desabrochar da nossa Angola turística.

Muito obrigado Sr. Presidente por me devolver o orgulho de me sentir um eterno e indefectível amante do turismo na nossa terra.

Muito obrigado, finalmente, por me ter devolvido a esperança, já de per si idosa, a qual anuncia melhores dias para o Sector do Turismo em Angola.

Agora, mais do que nunca, EU ACREDITO...! Viaje para fora cá dentro e venha testemunhar o desabrochar da nossa Angola turística, de corações mais abertos, mais arejada, com sorrisos mais rasgados, uma Angola real, mais solidária e humanizada…!

Feito em Luanda, aos 14 de Janeiro de 2020.


Cândido Carneiro.- (Charlie-Charlie)

Operador Turistico Angolano





  • teste









Newsletter - Promoções e destaques em seu email

Cancelar

Se quer parar de receber nossa newsletters escreva o seu código de remoção. Não irá receber mais actualizações.

https://www.hoteisangola.com/inner.php/ajax
Por favor, espere ...
Endereço de email inválido