Ministro considera província do Zaire pilar de sustentabilidade do turismo cultural

Ministro considera província do Zaire pilar de sustentabilidade do turismo cultural

26 Junho de 2014 | 16h34 - Actualizado em 26 Junho de 2014 | 16h10

Soyo - O ministro da Hotelaria e Turismo, Pedro Mutinde, afirmou hoje (quinta-feira), na cidade do Soyo (Zaire) que o plano director do sector confere à província a categoria de pilar de sustentabilidade do turismo cultural, dadas as suas potencialidades neste domínio.

Ao intervir na cerimónia de abertura do VI Conselho Consultivo alargado do Ministério,  Pedro Mutinde sublinhou que no quadro do programa estratégico do seu pelouro, o turismo cultural constitui uma das grandes prioridades.
O titular da Hotelaria e Turismo entende que a cultura do povo angolano é a essência da política de desenvolvimento cabal do sector do turismo a nível do país.
Com base nisso, o ministro lembrou que esforços estão a ser empreendidos pelo executivo angolano para que a cidade de Mbanza Congo, capital da província do Zaire e do antigo Reino do Congo seja inscrita na lista do património cultural da humanidade.
A acontecer, segundo Pedro Mutinde, constituirá um reconhecimento claro da importância da história e do legado histórico e cultural do país no contexto das nações e dos povos do mundo.
“ Por este facto, o nosso ministério solidariza-se com outras instituições pelo trabalho que estão a fazer para a elevação de Mbanza-Congo a património mundial pela Unesco ”, pontualizou.
O governante destacou o papel das autoridades provinciais do Zaire na promoção do sector da Hotelaria e Turismo, através de programas e políticas de expansão do ramo, envolvendo iniciativas públicas e privadas.
Reconheceu haver investimentos aceitáveis no sector a nível da província e sobretudo no município do Soyo.
O governador provincial do Zaire, José Joanes André, ao agradecer o facto de se ter escolhido a região para acolher o evento, reiterou o engajamento do governo local em continuar a contribuir para o desenvolvimento do sector da Hotelaria e Turismo na região.
Participam no encontro,  que vai durar três dias, secretários de estado do sector, directores nacionais e províncias, técnicos e profissionais ligados à actividade turística.
O encontro está a passar em revista, actividades desenvolvidas nos últimos anos, assim como a perspectivar as novas linhas de actuação para o fomento da Hotelaria e Turismo no país.
FILDA 2014
Artigo anterior
FILDA 2014

Newsletter - Promoções e destaques em seu email

Cancelar

Se quer parar de receber nossa newsletters escreva o seu código de remoção. Não irá receber mais actualizações.

https://www.hoteisangola.com/inner.php/ajax
Por favor, espere ...
Endereço de email inválido