Aumenta número de turistas que visitam Mbanza Kongo

FOTO
FOTO

A directora do Instituto Nacional do Património Cultural, Cecília Gourgel, pediu maior defesa e valorização do património cultural angolano, que considera “tarefa de todos e não apenas do Executivo”.

Para Cecília Gourgel, a família, como núcleo básico da sociedade, deve ter um papel mais activo neste processo de preservação do património cultural. “A valorização de hábitos e costumes passa não só pelo conhecimento herdado dos antepassados, mas, também, pela transmissão do saber e de valores positivos sobre a cultura material e imaterial”, disse, adiantando que esses princípios devem ser garantidos pelos anciãos, autoridades tradicionais e em especial, a família.
“A identidade cultural e nacional de um povo passa pela valorização do património cultural, pela interpretação do conhecimento ancestral e endógeno, para que os jovens pratiquem e respeitem o conhecimento herdado dos antepassados” frisou.


Fonte: Jornal de Angola


  • teste









Newsletter - Promoções e destaques em seu email

Cancelar

Se quer parar de receber nossa newsletters escreva o seu código de remoção. Não irá receber mais actualizações.

https://www.hoteisangola.com/inner.php/ajax
Por favor, espere ...
Endereço de email inválido