Presídio de São Nicolau

Presídio de São Nicolau

O Centro Prisional do Bentiaba, erguido em pleno deserto do Namibe, a quase 150 quilômetros de sede Moçâmedes, carrega uma história marcada por mitos, atrocidades e terror.

O Centro Prisional do Bentiaba, erguido em pleno deserto do Namibe, a quase 150 quilómetro de sede Moçâmedes, carrega uma história marcada por mitos, atrocidades e terror. Criado na época colonial, com finalidade de isolar presos de consciência (políticos), a antiga cadeia de São Nicolau ja foi apontada como um palco de tortura, em que so resistiam herois, o Centro passou por uma metamorfose política e infra-estrutural com investimentos notáveis das autoridades de Angola.

A dor, o medo e o terror do passado deram lugar a uma vida de paz e tranquilidade a cidadãos que perderam parte da liberdade, por condenação judicial, mas mantêm o sonho da ressocialização.Surgiu nos anos 60 com mais destaque, porque foi nestes anos que nasceram os movimentos de libertação nacional. Continua com o carácter aberto, à semelhança do que foi naquela altura da recepção de reclusos de consciência.

Bentiaba é um local histórico que se quer elevar a património cultural nacional e mundial, onde a humanização e melhoria das condições de acolhimento dos reclusos é prioridade.Única a céu aberto em Angola, a unidade está numa área de visão privilegiada para a componente turística, ou seja, rodeada por um deserto tomado por rochas, montanhas e areia, "misturado" ao rio Bentiaba.Surgiu em 1824, mas só foi oficializado como centro prisional em 1974, à luz do decreto 68/74 de 29 de Agosto, publicado no Boletim Oficial nº 201.O Centro Prisional do Bentiaba, erguido em pleno Deserto do Namibe, a quase 150 quilómetros da sede provincial, carrega uma história marcada por mitos, atrocidades e terror.Criado na época colonial, com a finalidade de "isolar" presos de consciência (políticos), a antiga Cadeia de São Nicolau já foi apontada como um palco de tortura, em que só resistiam os "heróis".Os relatos de angústia no histórico centro são quase sempre atemorizadores e saíram de vários cantos da África lusófona. Todavia, a realidade actual do "presídio desértico" está muito longe de ser assim.A dor, o medo e terror do passado deram lugar a uma vida de paz e tranquilidade a cidadãos que perderam parte da liberdade, por condenação judicial, mas mantêm o sonho da ressocialização.

A arquitectónica, o ar natural e a combinação de cores, predominantemente o verde trazido pelas plantações agrícolas, são aspectos que lhe dão notoriedade. Entretanto, são as frases ideológicas escritas nas paredes, em letras garrafais, que ilustram bem a actividade do presídio.

Fonte: Angop

Galeria:

Localização:

Alojamento:

Namibe Hoteis na Zona

Artigo anterior
Furnas
Artigo seguinte
Praia do Baba

Newsletter - Promoções e destaques em seu email

Cancelar

Se quer parar de receber nossa newsletters escreva o seu código de remoção. Não irá receber mais actualizações.

https://www.hoteisangola.com/inner.php/ajax
Por favor, espere ...
Endereço de email inválido