1 Quarto, 2 Adultos (alterar)
Quarto,Quartos,Adulto,Adultos,Criança,Crianças

Aqui pode encontrar soluções de Rent-A-Car de nossos parceiros.

Marque sua viagem mas antes escolha os locais a visitar.

O CINE TEATRO DE MOÇÂMEDES

O CINE TEATRO DE MOÇÂMEDES

Beneficiando de uma situação privilegiada, quase a meio da Rua da Praia do Bonfim, a olhar para a Avenida, num local onde nos anos 1940 havia um pequeno largo ajardinado denominado Jardim da Colónia, para o qual estava reservado o monumentos aos colono fundadores, eis o Cine Teatro de Moçâmedes, o popular "Cinema do Eurico", dotado de uma traça arquitectónica considerada revolucionária para a época, a ARTE DÉCO, essa maravilha que foi trampolim decisivo para a arquitectura modernista, surgida nas primeiras décadas do século XX na Europa, que se espalhou por todo o mundo Ocidental, e chegou às terras do Namibe.

De planta rectangular contínua e uniforme, a ARTE DÉCO, de início marcada por algum rebuscamento, foi-se tornando mais simples, e com passar do tempo, e a influência do cubismo, tornou-se mesmo a preferida no mundo dos Cine Teatros.
O Cine Teatro de Moçâmedes abrange os 2500m2 de área, 25x50m, e um corpo em volumes geométricos bem definidos, horizontais, verticais, arredondados, zigzagueantes, com materiais como o vidro, o ferro, que se faz sobressair na estética exterior, enquanto na sala interior assume proporções generosas entre a plateia e o balcão, fazendo-se o acesso ao balcão por uma escadaria lateral com pormenores igualmente Déco. Foi inaugurado na década de 1940, nos pós 2ª Grande Guerra (1939-45), e veio preencher uma lacuna aberta com a demolição do primitivo Teatro Garrett, a bela sala de espetáculos de que falaremos mais adiante, propriedade de Raúl de Sousa, situada na Rua Calheiros, onde os moçamedenses viram correr as primeiras peças de teatro e revista e os primeiros filmes, grande parte dos quais ainda em cinema mudo. Eram proprietários do Cine Teatro de Moçâmedes, Eurico Martins, António Pedro Bauleth, Gaspar Gonçalo Madeira e António do Nascimento Marques.
Com a demolição do Teatro Garrett para dar lugar ao edifício-sede do Atlético Clube de Moçâmedes, na Rua Calheiros, a cidade ficou temporariamente sem sala de espectáculos, até que surgisse o Cine Teatro de Moçâmedes, e nesse interim era no pequeno palco do edifício-sede do Clube Recreativo e Beneficiente, o popular Ferrovia, sito na Rua Serpa Pinto, sem grandes condições de acomodamento, que sob a exploração do mesmo Raúl de Sousa, decorriam sessões cinematográficas e peças de teatro, sem nunca atingir o grande público que tinha entranhada a ideia que somente os sócios do Ferrovia poderiam frequentar aquele espaço.
O surgimento do Cine Teatro de Moçâmedes veio preencher uma lacuna que se fazia sentir no seio de uma população que clamava por um lugar onde pudessem assistir às mais diversas manifestações culturais e artísticas, peças de teatro locais e vindas de fora, actos de variedades, exibição de filmes, etc, em condições de acomodamento e modernidade, mau grado ser esse um tempo de pós-guerra, de retracção económica e financeira, de racionamentos, senhas para aquisição de alimentos, etc etc. Para se fazer uma ideia de como era a casa da máquina naquele tempo, onde Eurico Martins perdeu um braço, acabei de colocar a foto imediatamente acima.
Fonte: 

Localização:

Alojamento

Namibe Hoteis na Zona

11 de Novembro

LINHA DE APOIO - hoteisangola.com


  931 510 510    222 780 159 

O Live Chat Whatsapp / Viber está disponível de:
  • - Todos os dias das 08H00 às 22H00

Este Serviço Live Chat destina-se a esclarecer os utilizadores e prestar informações sobre unidades hoteleiras e pontos turísticos.
Suporte por Telefone

Suporte por Telefone


  +244 931 510 510  - 222 780 159

O Linha de Apoio está disponível de:
    • - Todos os dias das 08H00 às 22H00

    Este Serviço Live Chat destina-se a esclarecer os utilizadores e prestar informações sobre unidades hoteleiras e pontos turísticos.
Suporte por Email

Suporte por Email